O perfil dos participantes em assembleia

Semana passada recebi uma ligação de uma moradora de um condomínio da região metropolitana de Curitiba. Ela está com um problema com o seu cachorro e foi dito a ela que o assunto seria discutido na próxima assembleia que será realizada no início de novembro.

Após ouvir o problema que ela relatou e os comentários mais estapafúrdios que fizeram do fato no grupo do WhatsApp, dei várias orientações e estimulei que participasse da referida assembleia.

Neste momento foi que ela falou sobre a participação nas assembleia do condomínio. Disse que quando foi morar naquele condomínio até participava, entretanto, ao perceber que era cheia de discussões pessoais, poucos resultados práticos e muitos indivíduos que perturbavam a reunião, com seus temperamentos: alguns intolerantes, outros desconectados, ligados ao celular e quando falavam eram repetitivos; outros falam muito e atrapalham o andamento da assembleia, etc., o que tornava as assembleias cansativas, longas e pouco produtivas, acabou desistindo de participar.

Com base nesta conversa, resolvi pesquisar sobre o perfil das pessoas que participam das assembleias, algumas, nós conhecemos muito bem, achei coisas interessantes em sites especializados que gostaria de dividir com você.

O PERFIL DOS PARTICIPANTES EM ASSEMBLEIA

O “conectado”

Pode até parecer que ele está prestando atenção, mas o “conectado”, na verdade, está ligado é no celular, finge prestar atenção. Estando desconectado quando assuntos importantes são tratados e interrompe a assembleia para perguntar o que foi dito, ou dar uma ideia que foi discutida anteriormente.

O “do contra”

Tem o hábito de se opor a vontade da maioria, indo, muitas vezes, na contramão do que o síndico propõe, mesmo que seja votado em assembleia e traga benefícios ao condomínio, o que discute não traz qualquer benefício ao debate. Faz críticas destrutivas ao síndico e a outros moradores, faz fofoca e não consegue ver nada de positivo na administração do condomínio.

O “entusiasta”

É o condômino que gosta de participar da vida coletiva, fazendo sugestões para melhorar o condomínio, entende as decisões do síndico (mesmo quando não concorda) e ajuda a manter um ambiente pacífico e de bem-estar.

O “ouvinte”

É aquele que, embora participe das assembleias, quase não se pronuncia. Normalmente, só fica sentado ouvindo. Se dá ideias ou sugestões, geralmente é por e-mail ou outro aplicativo, ou de forma privada apenas ao síndico ou a um membro do conselho.

O “palestrante”

O “palestrante” é aquele que gosta de ser o centro das atenções. Acha que seu ponto de vista é o mais importante, e gosta de mostrar que sabe o que é melhor para o condomínio. Muitas vezes é prolixo, interrompe os outros e não se cansa de argumentar para defender seu ponto de vista.

O “polêmico”

O “polêmico” quer sempre discutir uma questão de seu interesse, mesmo que ela não tenha importância para mais ninguém. Isso pode fazer com que a assembleia se estenda sem que nada seja definido. Consegue desviar o tema para assuntos de menor relevância, muitas vezes fazendo com que as pessoas percam tempo desnecessariamente.

No próximo informativo vou abordar algumas sugestões que apontam a melhor forma de lidarmos com estes personagens das nossas assembleias condominiais.

*João Bosco Rebello é consultor em segurança condominial e parceiro da Adees.